Bibliotecas Estaduais

28/12/2017 17:10

Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

As Bibliotecas tem um grande papel social. Tendo como objetivo a democratização ao acesso, a informação e a preservação da memória local, esses espaços são locais de cultura e lazer e nesse ano (2017), as Bibliotecas Públicas do estado da Bahia receberam 95.355 pessoas.

Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Crianças se divertem com a leitura na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (Foto: Nerivaldo Goés)

Infantil - Incentivar a criança a criar o hábito pela leitura é essencial para o desenvolvimento dela, pois estimula a criatividade, melhora o desenvolvimento escolar e a escrita, além de adquirir uma bagagem cultural. E foi o Setor Infantil um dos mais procurados nas unidades. A Contação de História está entre as ferramentas para auxiliar as crianças a pegar o gosto pela leitura, e as atividades a Hora do conto e as peças teatrais, realizadas respectivamente nas Bibliotecas Juracy Magalhães Júnior (ITA) e Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML) foram destaques entre as crianças.

Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Biblioteca Anísio Teixeira é referência no atendimento ao público surdo (Foto: FPC)

Acessibilidade - Referência no atendimento ao público surdo, o Setor de Atendimento à Criança e ao Adolescente Surdo (SACAS), da Biblioteca Anísio Teixeira também foi destaque do ano, estando entre os setores mais procurados entre as Bibliotecas. No espaço são desenvolvidas atividades de leitura e pesquisa em libras, cursos, bate-papo interativo com profissionais, intérpretes e instrutores, tendo como objetivo facilitar a inclusão do surdo na sociedade. A Biblioteca Anísio Teixeira teve um público de 1.813 pessoas em 2017.

Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Mais de 28 mil títulos foram emprestados em 2017 (Foto: Rosilda Cruz)

Empréstimos - O Setor de empréstimo também está entre os mais procurados. Foram emprestados ao longo do ano 28.327 títulos, sendo as obras O Diário de um Banana, de Jeff Kinney, Tenda dos Milagres, de Jorge Amado, Além de Estar: Antologia Poética, de Helena Parente Cunha e Harry Potter e a Câmera Secreta, de J. K. Rowling, estão entre os mais buscados pelo público. Com 7.813 títulos emprestados A Biblioteca Central do Estado da Bahia, localizada no bairro dos Barris foi a campeã nesse quesito, sendo também a quem recebeu o maior público; 32.904 pessoas.

Para locar um título basta ir ao setor de empréstimo de uma das Unidades e realizar o cadastro, que é feito com a apresentação de um documento oficial com foto e comprovante de residência.

Maior visitação - Uma das maiores conquistas das Unidades foi o aumento de público, em comparação com os dados de 2016, o crescimento chega a 22 mil pessoas. Passaram pelas Bibliotecas Infantil Monteiro Lobato, 20.549 pessoas, na Pública Thales de Azevedo foram 8.734 pessoas, já na Juracy Magalhães Júnior (SSA) os números chegaram a 8.500 pessoas, na Juracy Magalhães Jr. (ITA), 3.667.

As ações realizadas em comunidades de Salvador e no interior do estado, além das participações nos Festivais Culturais, a Biblioteca de Extensão, a unidade móvel da Fundação Pedro Calmon, alcançou 12.681 pessoas. Destaques para as participações nas Festas Literárias Internacionais, realizadas em Cachoeira e no Pelourinho, Poesia, Contos e Encantos em Porto de Sauipe que juntas reuniram 7.464 pessoas.

*Os dados foram contabilizados entre sete de janeiro a 19 de dezembro.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.