Bibliotecas Comunitárias

Banner com texto Bibliotecas Comunitárias
 

De acordo com o Ministério da Cultura (MinC), considera-se biblioteca comunitária um espaço físico criado e mantido por iniciativa da comunidade, sem intervenção do poder público, sendo necessário que a instituição possua um acervo bibliográfico multidisciplinar e minimamente organizado e tenha por objetivo ampliar o acesso da comunidade à informação, ao livro e à leitura.

Em 2010 o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura do Estado (SECULT), firmou convênio com o MinC e através do Edital Nº002/2010, a Fundação Pedro Calmon (FPC) premiou 23 iniciativas culturais, sem fins lucrativos, que atuam como Bibliotecas Comunitárias cujas ações estavam pautadas na democratização do acesso ao livro, formação de mediadores de leitura, valorização da leitura e da informação, incentivo à formação de redes sociais e culturais e estímulo a acessibilidade. As instituições selecionadas receberam um prêmio no valor de R$50.000,00 cada uma delas.

A SECULT por meio da FPC/Diretoria de Bibliotecas públicas (DIBIP), lançou em 2016 o Edital Setorial de Bibliotecas – 2016: Apoio às Bibliotecas Comunitárias, através do Fundo de Cultura/SECULT, com o valor limite de até R$ 20.000,00 (vinte mil reais). O recurso recebido será utilizado na aquisição de equipamentos, mobiliários, acervos bem como apoiar o desenvolvimento de atividades voltadas para o acesso democrático do livro, leitura, informação e ao conhecimento.

Para saber quais são as bibliotecas comunitárias da Bahia, clique aqui
Recomendar esta página via e-mail: