Histórico

BPTABANNER

A Biblioteca Pública Thales de Azevedo (BPTA) foi inaugurada em 31 de março de 1997, integra o cenário do Parque Costa Azul, e tem por função social promover ações que possibilitem o desenvolvimento educacional e cultural das comunidades do Costa Azul e adjacências. O nome desta Biblioteca é uma homenagem a um médico baiano que iniciou sua profissão no interior e conquistou pelo estudo, Salvador, a Bahia e o Brasil como antropólogo, professor e escritor sendo reconhecido no exterior, onde deu cursos e publicou com rigor científico e visão humanística de nosso povo, o premiado Povoamento da Cidade do Salvador (1949). 

Patrono 


Thales Olympio Góes de Azevedo nasceu em 26 de agosto de 1904 e faleceu em 5 de agosto de 1995, em Salvador. Estudou no Colégio dos Jesuítas e formou-se pela Faculdade de Medicina da Bahia em 1927. Atuou como antropólogo, historiador e professor, além de escrever textos para a imprensa e revisor do Diário Oficial da Bahia, também escreveu para os jornais Diário da Bahia e A Tarde. Participou da criação da Escola de Serviço Social da Bahia, em 1944, onde foi diretor entre 1944 e 1954 e professor até 1967. Foi presidente da Academia de Letras da Bahia e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia; vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia; membro do Conselho Diretor da Fundação Casa de Jorge Amado; Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e American Anthropological Association, e i presidente de honra da Associação Brasileira de Antropologia.

Recomendar esta página via e-mail: